Secretaria de Agricultura de Minas Gerais quer divulgar qualidade do café mineiro para o mundo

Secretário Elmiro Nascimento e o diretor-executivo da OIC participaram do 17º Simpósio de Cafeicultura de Montanha, em Manhuaçu

MANHUAÇU [ ABN NEWS ] — O secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa), Elmiro Nascimento, quer divulgar a qualidade do café produzido no estado para o mundo. Na quinta-feira (21), ele e o diretor-executivo da Organização Internacional do Café (OIC), Robério Silva, participaram do 17º Simpósio de Cafeicultura de Montanha, em Manhuaçu, e destacaram a presença de Minas Gerais como maior produtora do Brasil, com estimativa de colheita de 25 milhões de sacas este ano – 51,4% da safra nacional.

O simpósio, que terminou nesta sexta-feira (22), reuniu cerca de 1,2 mil cafeicultores mineiros para discutir a valorização do grão como estímulo para a exportação. Nesse sentido, Elmiro Nascimento ressaltou a realização da Semana Internacional do Café, de 9 a 13 de setembro, em Belo Horizonte, que irá sediar a reunião de 50 anos da OIC, e a 8ª edição do Espaço Café Brasil, a maior feira da América Latina ligada ao segmento.

“Vamos trazer compradores do mundo inteiro para mostrar o que representa nosso café na economia do país. Queremos organizar caravanas para conhecer as lavouras e divulgar para o mundo o quanto especial é o café de Minas”, disse.

A OIC representa 97% do café comercializado no mundo e 85% do grão importado, segundo o diretor-executivo, Robério Silva. “A OIC atua para propiciar dados relevantes para que todos os participantes do setor possam tomar as decisões mais acertadas. A boa notícia é que, a despeito da crise nas economias europeias, o café não foi afetado e o consumo vem aumentando com tendências crescentes”, revelou.

Segundo ele, a reunião dos 50 anos da OIC irá trazer a Belo Horizonte todos os grandes tomadores de decisão dos países produtores e consumidores. “Vamos colocar lado a lado aqueles que decidem e lançar um pacto cafeeiro pela sustentabilidade que passa pelo preço pago ao produtor”, destacou.

Durante a Semana Internacional do Café, será realizada a 8ª edição do Espaço Café Brasil, com expectativa de participação de 200 expositores e 10 mil visitantes. É a primeira vez que a feira será realizada em Minas Gerais.

Tecnologia da Epamig em destaque

As tecnologias desenvolvidas pela Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) foram destaque durante o 17º Simpósio sobre Cafeicultura de Montanha. Os pesquisadores da Unidade Regional da Zona da Mata apresentaram quatro minicursos e atenderam o público para difundir os resultados dos projetos de pesquisa sobre cafeicultura, além das publicações mais recentes sobre o tema.

O pesquisador Williams Ferreira falou sobre Clima e cafeicultura; Sérgio Donzeles abordou o Uso e tipos de secadores mecânicos para obtenção de café de qualidade; Marcelo de Freitas Ribeiro apresentou o tema Boas práticas agrícolas para café de montanha; e Sammy Fernandes Soares apresentou o sistema de reutilização e aproveitamento da água residual do café.

Para o coordenador de Transferência e Difusão de Tecnologia da Epamig Zona da Mata, Felipe Lopes da Silva, a participação no evento foi acima do esperado. “O estande permaneceu sempre cheio de produtores interessados em melhorar o desempenho das lavouras. Essa maior aproximação com os cafeicultores permite que as pesquisas da Epamig possam ser mais difundidas”, observou o pesquisador.

Read more Secretaria de Agricultura de Minas Gerais quer divulgar qualidade do café mineiro para o mundo