Livro o Guarda-Chuva do Simão

Associação Mineira de Imprensa apoia distribuição gratuita de livro infantil

Livro o Guarda-Chuva do Simão

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Carlos Lúcio Gontijo, poeta, escritor e jornalista, apresentará ao público leitor de Belo Horizonte o seu terceiro livro infantil, “O guarda-chuva do Simão”, que compõe uma carreira literária que contabiliza 17 edições, que se encontram disponíveis, em livre acesso, no site do autor: www.carlosluciogontijo.jor.br

O novo livro infantil recebeu ilustrações e programação visual de Nivaldo Marques Martins e traz a preocupação de introduzir as crianças alfabetizadas no mundo da metáfora, da poesia e da realidade social que as cerca, passando-lhes a ideia da necessidade de acolher e incluir, fraternalmente, todas as pessoas no ambiente comunitário.

Carlos Lúcio lançou seu primeiro livro em 1977 e tem plena noção das dificuldades existentes no mercado editorial, que sofre as duras consequências da falta de hábito e gosto pela leitura ainda constatada no Brasil. Por isso, “O guarda-chuva do Simão” será distribuído às escolas que se interessarem em abrigá-lo em sua biblioteca. O projeto espera contar com interesse de até 40 escolas, que receberão (gratuitamente) 20 exemplares da nova obra infantil, com o objetivo de facilitar o trabalho desenvolvido em sala de aula pelas professoras e professores.Cerimônia de entrega

As escolas que se apresentarem interessadas no livro “O guarda-chuva do Simão” deverão marcar presença na Associação Mineira de Imprensa (AMI), na Rua da Bahia, 1.450, centro de Belo Horizonte, no dia 14 de março de 2015, às 18h de um sábado.

A AMI, apoiadora da realização do evento, solicita que as escolas de Belo Horizonte e Região Metropolitana, dispostas a enviarem seus representantes, entrem em contato com a entidade, no horário de 10h às 16 horas, pelo telefone (31) 3224-5890, de segunda a sexta-feira, pois o número de vagas disponíveis se restringe a 40 escolas de ensino fundamental, obedecendo à quantidade de exemplares que serão repassados sem qualquer ônus às unidades escolares.